Benzimentos e Benzedeiras

Benzimentos e Benzedeiras

 

A Benzedura pode ser caracterizada como uma atividade principalmente terapêutica, a qual se realiza através da relação dual de cliente e benzedor.

Nessa relação, a benzedeira exerce um papel de intermediação com o sagrado pelo qual se tenta obter a cura, através do uso de prece.11015261_655367764592065_813118032_n

A formação de uma benzedeira depende de uma experiência sobrenatural ou por um processo imitativo em relação a um mestre.

É comum nos movimentos da benzedeira realizá-los em cruz no momento da benção. Esse ato de cruzar leva ao equilíbrio das forças, podendo ainda destacar na invocação a presença do numero três, pressupondo a Santíssima Trindade, “Pai, Filho e Espírito Santo”.

Ou então, o número de benzedura deve ser múltiplos de Três, sendo este visto em varias culturas como um número perfeito, possuidor  de harmonia , podendo conter poderes mágicos.

 

Dica de um método conhecido de Benzedura.

Para se tirar mau olhado e quebranto

Faz-se em primeiro lugar uma cruz no peito do paciente, depois nas costas e por ultimo na sola do pé esquerdo. Rezam-se estas palavras:

Olhadura,

Com os 2 te puseram,

Com os 3 eu te tiro,

Com os poderes de Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo,

Amém.11018074_655367894592052_72408318_o

Repete-se estas palavras 3 vezes, enquanto se faz 3 cruzes em cada face do paciente, começando da esquerda, passando para a direita e voltando a esquerda novamente em um total de 9.

Boa reza a todos!

 

Bibliografia consultada:

“A Ciência da Benzedura”

“O livro dos Benzimentos Brasileiros”

Massoterapeuta, instrutora de danças ciganas, sagradas e folclóricas dos orixás, facilitadora de circulo para mulheres e artista plástica. Estudiosa do folclore brasileiro e da nossa tradição cabocla, magias e wicca. Desenvolve em seu trabalho a busca do resgate da sacralidade feminina e na auto estima da mulher contemporânea, priorizando a ancestralidade e individuação de cada ser, vivenciando através da dança, do toque holístico e das artes plásticas o despertar Deusa em toda potencialidade feminina.

Bookmark the permalink.

Comente...